Notícias do Brasil e Mundo

Notícias de Ijuí e região

Agenda

  • 27
    setembro

    3º Festival do Chopp da SOGI

  • 21
    setembro

    Mateada no Museu

  • 20
    setembro

    Desfile Tradicionalista

Comentários em destaque

  • Denise Danielle - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Empresário cria facebook para denunciar péssimas rodovias da região

    Muito oportuno.

  • Carla Deckert - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Unijuí têm cursos bem classificados em ranking nacional

    Essa eu recomendo.

  • Érica Forgiarini Gewehr - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Avô é acusado de tentar estuprar neta em Ijuí

    Que horror!

  • Paulo Cesar Jarutais (Negro Jaru) - Jaraguá do Sul(SC)

    Comentário postado em: Pré-lançamento do Festival Nativista Canto de Luz acontece nesta quarta-feira

    Que bueno é ver que Nossos Festivais Nativistas do Rio Grande ainda continuam forte não somente em nossos corações e lembranças de desgarrados do outro lado Rio Uruguai.

     

    Feliz também é saber que fiz parte desta historia desde os tempos de Guri Cantando no então precursor deste "Canto de Luz" o "Canto Farroupilha".

     

    Festival esse que com 15 pra 16 anos anos conquistei o 2º Lugar numa época de grandes cantadores já consagrados e eu na volta dos mesmos querendo mostrar o que tinha aprendido em termos de intepretação musical com meu irmão mais velho Luis Carlos Jarutais... momento rico pra mim tendo no costado grandes músicos também da terra como Celso Metzdorf, os filhos do Saudoso amigo e artista Tio Ervino, os irmãos Jandir Gottschefski e Alberi Gottschefski, Vania Dhill, Gilson Pinto de Azevedo, Luis Carlos Jarutais e Pedro Darci Oliveira.

     

    Todos foram mestres para mim, lembro que este mesmo grupo me acompanhou também em cinco Coxilha Piá, fico feliz e muito orgulhoso em saber principalmente que a semente plantada com algumas dúvidas no passado, germinou com certezas de Cultura forte e perpétua.

     

    Parabéns a todos da organização do festival e músicos e intérpretes... plateia, comunidade e como diz Zeca Alves grande poeta de campo..."Que Assim Seja" mais um sucesso este nosso festival.

     

    E que seja mais uma vez verdadeiramente um..."Canto de Luz".

     

    Boa noite!

  • Miguel Nunes - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Município e vigias não se responsabilizam por danos e furtos em veículos

    Não concordo com as citações acima, pois o Poder Público tem que se responsabilizar pelos danos, sim.

     

    Pois, a zona azul torna um local público, com acesso restrito e pago !!!

     

    Abaixo algo que contribui com o que mencionei acima:

     

    "Optando o Poder Público pela cobrança de remuneração de estacionamentos em vias públicas de uso comum do povo, tem o dever de vigiá-los, com responsabilidade pelos danos ali ocorridos".

     

    Assim, a empresa Soil Serviços Técnicos e Consultoria, de Santa Catarina, foi condenada a pagar indenização no valor de R$ 8,5 mil ao motorista Acácio Irineu Klemke, que teve o carro furtado quando ocupava uma das vagas do sistema de Zona Azul da cidade de Joinville, serviço explorado pela empresa.

     

    A decisão é da 1ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmando sentença da comarca de Joinville.

     

    Fonte:  http://www.conjur.com.br/ Consultor Jurídico ISSN 1809-2829

  • Lessandro Nyka Felippe - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Município e vigias não se responsabilizam por danos e furtos em veículos

    Tem pequeno equívoco no parágrafo que diz:

     

    Não há nenhuma lei que obrigue o município a pagar por danos ou furtos ocorridos nos veículos estacionados em vias públicas.

     

    Corrigindo, o ESTACIONAMENTO NA ZONA AZUL, foi privatizado, ou seja, é sim uma via publica, mas sobre responsabilidade de uma empresa PRIVADA, tem todo direito de cobrar por danos, provando que o ato aconteceu enquanto estava estacionado.

     

    Já que você ganha um comprovante de pagamento.

  • Nelson Adelar Toniazzo - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Otávio, o temerário

    Mesmo meio afastado, em distância, dessa "figura", sempre é bom ler coisas dessa natureza.

  • Ivo Ney Kuhn - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Otávio, o temerário

    Realmente não poderia ser mais original.

     

    Na verdade tem pelo menos dois personagens identificados na reflexão.

     

  • Nelson W. Korb - Amarillo (Estados Unidos)(-)

    Comentário postado em: Salve, salve, a Igreja Centenária!

    A primeira vez que entrei numa Igreja foi nessa aí.

     

    Eu era bem criança.

  • Almiro Maboni - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: União Bebidas realizou campanha de conscientização no trânsito

    LOUVÁVEL INICIATIVA DA EMPRESA.

     

    ALGUÉM TEM QUE TOMAR A FRENTE, PARABÉNS.

     

    SUGIRO MAIS AÇÕES DE MAIS EMPRESAS E PODER PUBLICO.

     

    DISPONHO-ME A CONTRIBUIR.

     

    ALGUÉM MAIS?

  • Junior Menegon - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Elano Beckmann recebe Marco Antônio Arriens, intérprete de Libras com mais de 30 anos de atuação no Brasil e no mundo - 14 set 2014

    Grande pessoa!

     

    Parabéns, Elano, pelas entrevistas.

  • Marli Freire - Rio de Janeiro(RJ)

    Comentário postado em: Elano Beckmann recebe Marco Antônio Arriens, intérprete de Libras com mais de 30 anos de atuação no Brasil e no mundo - 14 set 2014

    Bela entrevista.

     

    Conheço bem o trabalho do Marco Arriens!

     

    Quem o vê conversando em LIBRAS com os surdos, pensa que ele é surdo também tal a sua capacidade de conversar em LIBRAS.

     

    Teoricamente sabe tudo sobre surdez, altamente competente!

     

    As autoridades relacionadas a Educação precisam reconhecer a capacidade deste professor e Intérprete.

     

    Tudo de bom para ele!

     

    As vezes falo que ele é um pai para os surdos do Brasil e do mundo!

     

    Sua oficinas as quais participei foram de excelência e contribuíram significadamente para compor minha Monografia no Curso de Pedagogia, que escrevi relacionada a Inclusão dos surdos no contexto escolar.

  • Elton Neukamp - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: População continua jogando lixo pelas ruas de Ijuí

    Isso só se resolve com educação e exemplos.

     

    Inclusive advindos do poder público !!!

  • Juliana Turra - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Parabéns Dalci Kinetz Tischer!

    Feliz niver, sogra... muitas felicidades.

     

    Te desejo tudo o que há de melhor no mundo, continue sendo essa mulher nota mil.

     

    Beijinhos, te adoro !!!

  • Carlos Eduardo Colatto - Catuípe(RS)

    Comentário postado em: Homem é preso portando várias armas de procedência Argentina

    Perfeita a atitude do delegado de plantão.

     

    1º - Antecedentes;

     

    2º - Arma;

     

    3º - Estrangeira;

     

    4º - Porte;

     

    5º - É só carregar e disparar para certificar-se.

     

    Nem vou comentar o restante.

     

    Sei que estão prendendo o pessoal com bebidas oriundas da Argentina e tendo de responder processos.

     

    Talvez isso sim seja crime.

  • Mariana Rick - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Município e vigias não se responsabilizam por danos e furtos em veículos

    Não vejo nenhum problema em ser cobrado pelo estacionamento rotativo.

     

    Se você tem condições de ir ao Centro de carro, gastar gasolina, fazer compras no comércio, pode pagar o R$ 1,00 por hora.

     

    O rotativo só é ruim para os proprietários das lojas, que deixavam os carros o dia todo em frente aos estabelecimentos, tirando a vaga dos demais.

     

    Na minha opinião, todas as vagas deveriam ser rotativas. Pois hoje, se você for ao Centro após às 9h da manhã, não existem mais vagas livres.

     

    Ficamos indignados, enquanto população ijuiense, pela falta de cuidado com a nossa cidade.

     

    O que deve ser investigado não é a cobrança de tarifas para estacionamento ou o roubo de carros, pois muitos furtos são causados pela imprudência do proprietário, ao deixar bolsa, carteira, aparelho sonoro, celular, à vista dentro do veículo.

     

    Alarmes existem, travas mecânicas e elétricas também.

     

    Flanelinha paga quem quiser, e se está desconfiado, denuncie à BM.

     

    E os buracos nas ruas que a Corsan está fazendo, destruindo os asfaltos que já eram precários?

     

    E a situação da rodoviária?

     

    E os ônibus interurbanos, que agora estão atrapalhando o trânsito nos horários de grande circulação, ao deixarem passageiros em cada esquina?

     

    Isso não é responsabilidade da população.

     

    É responsabilidade do município e de suas hierarquias.

     

    Estamos cansados de tanto descaso.

     

    E a fiscalização?

     

    Estava bem bom estes dias, quando os agentes de trânsito estavam todo o sábado monitorando as ruas centrais.

     

    Mas e agora?

     

    Temos um problema sério de continuidade das ações em Ijuí. Se começa um projeto, que logo é interrompido por outras coisas mais "importantes". Importantes para quem?

     

    Só sei que para a população, não.

  • Charles Ketzer - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: O Desmanche da Política Brasileira e Suas Consequências - Por Charles Ketzer*

    Com certeza, Paulo Roberto Pietczak.

     

    É isso que a gente quer, que as pessoas abram os olhos para a realidade do Brasil.

     

    Muito Bom !!!

  • Taiane da Silva - Ijuí(RS)

    Comentário postado em: Homem realiza disparos de arma de fogo em Parque de Diversões, em Ijuí

    Aí levam os bonito pro SUS e passam na frente de todos !!!

     

    Enquanto você tá lá com seu filho queimando de febre, esperando umas 3 horas para se atendido !!!

     

    Isso é Brasil.

  • Breno Eduardo Stelzer - Cascavel(PR)

    Comentário postado em: Município e vigias não se responsabilizam por danos e furtos em veículos

    Apenas não concordo em afirmar que o serviço dos flanelinhas é "ainda pior".

     

    Pior é sermos servis a um estado inchado que não tem outra maneira de manter todo seu staff senão pela imputação de novos impostas, taxas e cobranças.

     

    Em relação ao "flanelinhas" de fato nada existe (aceitamos devido a falência do estado também na segurança pública).

     

    Em relação a sede arrecadatória das prefeituras (cobrando estacionamento em locais públicos), não há nenhuma lei, porém já existem vários casos julgados pelo país com ganho de causa ao usuário.

     

    E muitos já usam a jurisprudência como forma de exigir seus diretos (e exigir que o estado cumpra com seus deveres e responsabilidades).

     

    Cobrou, é responsável, sim!

+ Acessados

+ Comentados